Sanepar recomenda cuidados com a ligação de água durante as férias

Medidas simples podem evitar grandes preocupações e custos adicionais

Antes de viajar para as férias é preciso tomar alguns cuidados com as instalações hidráulicas da casa e com a ligação de água. Algumas medidas simples podem ajudar a evitar transtornos e aborrecimentos. Para evitar desperdício e possível excesso de consumo, é bom verificar se nenhuma torneira ou válvula de descarga apresenta problemas de funcionamento. Outra medida preventiva simples é fechar o registro do cavalete de água.
Segundo o gerente regional da Sanepar em Maringá, Antônio Carlos Aredes Rosa, esses cuidados podem evitar aborrecimentos no futuro. “Uma única torneira com vazamento de um milímetro de água pode desperdiçar até 60 mil litros por mês”, alerta.
O registro do cavalete fechado também evita o desperdício causado por algum vazamento que possa existir na tubulação ou na caixa de água. A Sanepar também recomenda aos usuários que protejam o cavalete contra ações de vândalos ou peça para algum vizinho verificar suas condições durante o período em que estiver ausente.
A instalação de uma caixa com grade removível, protegendo o hidrômetro e outros componentes, dificulta o roubo e a ação de depredadores, que podem causar prejuízos financeiros e de consumo de água nos imóveis. Outra medida importante é facilitar o acesso à leitura pelo leiturista da empresa neste período.
A impossibilidade de acesso à ligação pode acarretar o lançamento de consumo mensal pela média. Pelo telefone 115, pode-se obter a data de execução da leitura mensal. Para facilitar, o usuário também pode autorizar o pagamento da fatura de água através de débito em conta corrente. Dessa maneira, não corre o risco de ter o fornecimento de água suspenso.
Vazamentos – Os vazamentos são grandes vilões. É fundamental observar se a válvula de descarga está funcionando perfeitamente, se não há manchas de umidade nas paredes e calçadas e também se todas as torneiras estão vedando adequadamente. Uma torneira que fica gotejando durante um mês representa um desperdício de 2 mil litros, o suficiente para atender as necessidades de uma pessoa por 14 dias.

Esta entrada foi publicada em Estadual, Sanepar. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s