Uma nova fase para a cultura de Cerro Azul, diz Pugliesi

Governo do Estado entregou na última terça-feira (23) uma unidade do programa Biblioteca Cidadã com acervo de dois mil livros e telecentro de inclusão digital
A comunidade de Cerro Azul, no Vale do Ribeira, terá uma nova fase na área cultural. A avaliação é do deputado Waldyr Pugliesi, presidente estadual e líder do PMDB na Assembleia Legislativa, ao destacar a inauguração na última terça-feira (23) da Biblioteca Cidadã Doutor Nivaldo Ênio de Moura e Costa. “A Biblioteca Cidadã vai possibilitar aos estudantes e aos moradores de Cerro Azul acesso a um enorme acervo cultural”, informou.

A Biblioteca Cidadã de Cerro Azul segue os moldes do programa implantado em 2004 pelo Governo do Estado. A unidade dispõe de um acervo inicial com dois mil livros e um telecentro com cinco computadores para acesso à internet, além de espaço com aparelhos de televisão, vídeo e DVD.
“Hoje em dia a internet se transformou num complemento essencial para a formação das pessoas. O telecentro da unidade permite uma integração dos moradores de Cerro Azul com o mundo”, informou Pugliesi. O projeto desenvolvido pela Secretaria Estadual da Cultura, em parceria com a Biblioteca Pública do Paraná, Secretarias de Assuntos Estratégicos e de Obras Públicas e prefeituras, vai contemplar mais de 300 municípios até o final de 2010.
INFRAESTRUTURA – Cerro Azul viveu uma transformação a partir da reconstrução da PR-092, também conhecida como Rodovia Gertrudes Manguer da Rosa, em homenagem a pioneira da comunidade. O recapeamento asfáltico da via foi concluído em 2005, período em que Pugliesi atuava como secretário estadual dos Transportes.
O município de Cerro Azul, fundado em 1860 por colonizadores europeus, é um dos maiores produtores de cítricos da região do Vale do Ribeira, com cerca de seis milhões de caixas todos os anos. As obras de recapeamento asfáltico da PR-092 executadas pelo Governo do Estado foram fundamentais para o escoamento da produção, informou o deputado.
COMUNIUTÁRIA – “Esta obra é de extrema importância para nossa cidade. Aqui não tínhamos nenhuma biblioteca pública, apenas a do colégio, utilizada pelos nossos alunos. Agora a população poderá usufruir de um acervo completo, de uma estrutura moderna e ambiente agradável”, disse o prefeito de Cerro Azul, Dalton Luis de Moura e Costa.
A Biblioteca Cidadã valoriza a cultura da região, com artistas que pintam um painel na entrada principal. Na unidade de Cerro Azul, a obra ficou por conta do artista Jesiel de Cristo, autor do painel “Tributo aos Pioneiros”. O horário de funcionamento da Biblioteca é de segunda a sexta, das 8h às 18h.
ESPERA – A professora aposentada Zélia Souza Schnell, 62 anos, informou que a comunidade esperava ansiosa pela Biblioteca. “É uma grande conquista para todos nós. Era algo de que realmente precisávamos, nossa população é muito carente de leitura. Já conheci o local e não posso esperar para emprestar um livro”, disse.
As Bibliotecas Cidadãs são constituídas por módulos, que se adaptam a diferentes tipos de terrenos e possibilitam uma ampliação futura. As construções são de responsabilidade da Secretaria de Estado de Obras Públicas. Cada unidade recebe investimentos de R$ 312 mil. A instalação dos telecentros é coordenada pela Secretaria de Assuntos Estratégicos em parceria com a Celepar.
Credito da Foto: Nani Góis
Fonte: Assessoria de Imprensa da Assembléia Legislativa do Paraná das Liderança do PMDB
Esta entrada foi publicada em Biblioteca Cidadã, Cultura, Estadual, Geral, PMDB, Waldyr Plugiesi. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s